Sindimadeira
Brasil Estados Unidos Espanh
Bem-vindo ao site do Sindimadeira RS
Você está em:
Icone Links

Notícias

10/07
Acordo comercial entre Mercosul e União Europeia abre novas oportunidades para a indústria gaúcha
"A confirmação da maior negociação internacional da qual o Brasil já fez parte poderá ser o caminho para muitas indústrias ampliarem seus negócios no velho continente”, disse o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Ribeiro, ao analisar o acordo do Mercosul com a União Europeia, firmado nessa sexta-feira (28), em Bruxelas.

“A confirmação da maior negociação internacional da qual o Brasil já fez parte poderá ser o caminho para muitas indústrias ampliarem seus negócios no velho continente”, disse o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Ribeiro, ao analisar o acordo do Mercosul com a União Europeia, firmado nessa sexta-feira (28), em Bruxelas.

A partir da ratificação do acordo, que ainda deverá ser validado pelos Congressos de todos os países envolvidos, as novas regras de comércio entrarão em vigor. Os setores precisam estar atentos para os prazos de desgravação tarifária, que poderão ser imediatamente após a assinatura, ou variar entre 4 e 15 anos. Além disso, as regras de origem serão específicas por produto. 

Em princípio, para a indústria gaúcha essa formalização é positiva. Segmentos como couro, calçados e móveis, por exemplo, devem obter maiores vantagens uma vez que já exportam para o mercado europeu e a desgravação tarifária prevista propiciará um aumento da competitividade destes produtos em relação aos concorrentes internacionais.

A FIERGS vem acompanhando as negociações por meio da Coalização Empresarial Brasileira (CEB), juntamente com outras entidades que defendem os interesses da indústria estabelecida no País.

Além da questão tarifária, a negociação engloba outros aspectos importantes. Entre eles, estão as definições de regras de origem, barreiras não tarifárias, propriedade intelectual, compras governamentais, defesa comercial, investimentos, medidas sanitárias e fitossanitárias, concorrência, entre outros. Essas normativas irão conduzir as regras e padrões estabelecidos para facilitar os negócios entre as empresas dos dois blocos. 

A FIERGS, por meio do seu Conselho de Comércio Exterior (Concex), passa a monitorar os efeitos do acordo, a fim de minimizar eventuais riscos. A entidade atua como interlocutora e articuladora dos interesses das entidades empresariais gaúchas no contexto das negociações comerciais internacionais.

Fonte: FIERGS


mensagem INFORMATIVO SEMANAL
Rua Ítalo Victor Bersani, 1134 - Caixa Postal: 1334 - Junto à CIC - CEP: 95050-520 - Caxias do Sul - RS
(54) 3228 1744 - 3025 6800 -
Se precisar imprimir este e outros conteúdos, fique tranquilo. O papel é biodegradável, reciclável, e sua produção é sustentável, pois é feito a partir de florestas plantadas renováveis, que capturam CO2 e reduzem o aquecimento global.